LOTUS

A marca britânica Lotus foi fundada em 1952 por Colin Chapman. Em 1947 Colin Chapman, ainda um estudante universitário, construiu o seu primeiro automóvel tendo como base o chassis de um Austin 7. Este era um automóvel muito leve criado para competição, esse modelo viria a ser chamado Lotus MK I. Colin Chapman viria a criar novas versões do mesmo modelo, tendo o Lotus MK III sido um sucesso nas provas desportivas. A enorme vantagem conseguida pelo Lotus MK III, levou à alteração das regras naquelas provas.


Devido ao enorme sucesso dos modelos lançados, Colin Chapman associa-se a Michael Allen e Nigel Allen, dando início à marca Lotus em 1952. A Lotus lança o seu primeiro verdadeiro automóvel nesse ano, o Lotus MK VI, este modelo tinha incorporado um motor da Ford com 1500 cc.


Em 1957 é lançada o Lotus Seven, uma nova versão do Lotus MK VI. Este modelo transformou-se num ícone da Lotus, alcançando um enorme sucesso de vendas. Com a intenção de descontinuar o Seven, a Lotus vendeu em 1973 os direitos de produzir o Seven à Caterham, sendo ainda hoje produzido com o nome Caterham 7. Nesse mesmo ano é lançado o Lotus Elite, um modelo construído à base de fibra de vidro.


A Lotus entrou na Fórmula Um em 1958, tendo conseguido a primeira vitória em 1960 e ganho o primeiro campeonato em 1963. A Lotus viria a ganhar no total sete campeonatos. Mas mais uma vez as regras viriam a ser alteradas devido às elevadas prestações dos automóveis Lotus. O Lotus 78 lançado para a Fórmula Um, criava um efeito Venturi, em que o ar que passava por baixo do carro exercia uma pressão descendente de 900 kg. Devido a este efeito o carro era capaz de curvar a altas velocidades, de tal modo que parecia estar colado à estrada.

 
Em 1966 é lançado o Lotus Europa baseado num protótipo construído para o projecto Ford GT 40.


Em 1976 é lançada o Lotus Esprit.


Em 1982, Colin Chapman morre de ataque cardíaco com a idade de 54 anos. Ele fica para a história pelos feitos alcançados na engenharia automóvel.


Em 1986 a Lotus é comprada pela General Motors, sendo vendida em 1993.


Em 1995 a Lotus abandona a Fórmula Um com um historial de 78 vitórias e um ano depois é lançado o Lotus Elise.


Recentemente, em 2006, foi lançada a nova geração do Lotus Europa.

© 2019 - 2020 Top Clássicos - Todos os direitos reservados - topclassicos@gmail.com